03 de agosto de 2020 às 10:53

Andrew Lloyd Webber diz que achou a versão para o cinema de "Cats" uma coisa "ridícula"

Autor do musical da Broadway culpou o diretor Tom Hooper pelo fiasco

Andrew LLoyd Webber, autor do musical Cats, falou abertamente a sua opinião a respeito da versão cinematográfica da peça, considerada um dos maiores fiascos de 2019, se não o maior. Para o compositor, falando para o "The Sunday Times", "a coisa toda foi ridícula", e ele tem um culpado para apontar: o diretor Tom Holland.
Segundo Webber, o fracasso está inteiramente ligado ao fato do cineasta ter optado por não trabalhar com ninguém que esteve envolvido diretamente com o espetáculo original. A peça fez um sucesso estrondoso na Broadway (quase 7500 apresentações em 18 anos) e nos West End londrino (quase 9 mil nos 21 anos em que ficou em cartaz).
"Cats" não chegou a ser um fracasso absoluto, ele ainda fez 73 milhões de dólares de bilheteria. O problema foi que o custo de sua produção ficou entre 80 e 100 milhões (os valores divergem). Já entre os críticos, o filme não foi perdoado. As resenhas foram quase que unanimemente negativas e o longa ainda foi o grande "vencedor" do "Framboesa de Ouro", o "Oscar ao reverso" que celebra os piores do ano, com sete estatuetas, incluindo as de pior filme, roteiro, diretor e atriz para Francesca Hayward.

Fonte: Vagalume

comentários

| Praia FM 106,1 - Bertioga - SP'); }
Estúdio Ao Vivo