12 de julho de 2018 às 18:31

Famosos declaram apoio à Asia Argento após ataques por morte de A. Bourdain

O movimento "#MeToo" divulgou nesta quinta-feira (12) uma carta aberta com assinaturas de 45 personalidades em apoio a Asia Argento, que vem sendo atacada na internet desde a morte do seu namorado, o chef Anthony Bourdain, há pouco mais de 1 mês.

O movimento "#MeToo" divulgou nesta quinta-feira (12) uma carta aberta com assinaturas de 45 personalidades em apoio a Asia Argento, que vem sendo atacada na internet desde a morte do seu namorado, o chef Anthony Bourdain, há pouco mais de 1 mês.

"Asia tem recebido uma quantidade sem fim de 'cyberbullying' e sido vítima de várias calúnias que partem de 'haters' que a culpam pela morte de Anthony Bourdain", diz o texto.

"Estamos aqui para pedir àqueles que estão com raiva e luto pela perda de Anthony que encontrem uma saída saudável para manifestar sua dor. Asia é uma sobrevivente, assim como nós, e sua fama e demonstração externa de força não a tornam menos vulnerável. Asia não é uma manchete - ela é um ser humano, e ela está passando por um momento de dor horrível", segue o apelo.

Asia Argento foi uma das primeiras atrizes a denunciar abusos do ex-todo poderoso de Hollywood Harvey Weinstein. Ela foi uma das fontes de Ronan Farrow na matéria publicada pela revista "The New Yorker", e contou que o produtor havia praticado sexo oral à força nela em 1997.

Após a corajosa revelação da namorada, Anthony Bourdain tornou-se um forte defensor das vítimas de abuso sexual e do movimento "#MeToo", o que não foi bem visto por alguns seguidores do chef, apresentador e escritor.

Entre outros apelos, o comunicado divulgado nesta quinta-feira fala justamente sobre a mania de culpar as mulheres. "Há muito tempo existe uma narrativa tradicional de culpar, difamar e martirizar mulheres corajosas. Nós rejeitamos essa narrativa."

Também vítimas de violência sexual, os atores Rosanna Arquette, Terry Crews, Rose McGowan, Olivia Munn e Mira Sorvino estão entre os nomes que assinam a carta em apoio à colega.

Fonte: UOL

comentários

Estúdio Ao Vivo