13 de junho de 2018 às 13:28

Maracanã oficializa acordo para Flamengo fazer ao menos 61 jogos no estádio

A concessionária que administra o Maracanã oficializou, nesta quarta-feira, 13, um novo acordo para que o Flamengo jogue no estádio ao longo dos próximos dois anos e meio. O contrato vale para realização de partidas e demais eventos até o fim de dezembro

Crédito:Staff Images/Flamengo

Staff Images/Flamengo

A concessionária que administra o Maracanã oficializou, nesta quarta-feira, 13, um novo acordo para que o Flamengo jogue no estádio ao longo dos próximos dois anos e meio. O contrato vale para realização de partidas e demais eventos até o fim de dezembro de 2020. O tema já havia sido aprovado pelo Conselho Deliberativo do Flamengo (CODE) na segunda-feira

"O Flamengo é um grande e antigo parceiro do Maracanã, onde já realizou partidas memoráveis, grandes clássicos com recordes sucessivos de público. Para o Maracanã, essa parceria consolida o desejo de ambas as partes em manter o estádio cada vez mais ativo, atraindo mais e mais torcedores, imprensa e visitantes", disse Mauro Darzé, presidente do Maracanã, em nota enviada à imprensa.

"Este novo contrato vai permitir que o Flamengo jogue no campo que sempre foi considerado como a casa da nossa torcida, em condições muito mais favoráveis do que as atuais", afirmou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, que não descarta a possibilidade de assumir o Maracanã de forma definitiva quando o novo marco regulatório estiver definido.

Leia: Flamengo chega a acordo com Maracanã e pode tirar cadeiras de setor popular

O contrato prevê a realização de, no mínimo, 11 jogos ainda em 2018 e, pelo menos, 25 partidas anuais em 2019 e 2020. Para Darzé, o acordo assegura, tanto ao clube quanto aos torcedores e patrocinadores, a previsibilidade de jogos e de receita para que todos possam se programar melhor. "Assim, todos poderão usufruir do melhor que o Maracanã tem a oferecer, de uma forma mais produtiva, fazendo com que cada partida seja um grande espetáculo".

Pelo que explicou a concessionária, a operação, a segurança e o fornecimento de demais serviços durante os jogos continuarão sob responsabilidade do Flamengo, enquanto que os administradores do estádio ficarão responsáveis pela manutenção.

Fonte: UOL

comentários

Estúdio Ao Vivo