14 de maro de 2018 às 01:18

R. Rocha pede calma a torcedores e diz que 'muitas coisas vão mudar' no SP

Gerente de futebol do São Paulo, o ex-zagueiro Ricardo Rocha avisou que a chegada de Diego Aguirre e a promoção de André Jardine, técnico da equipe sub-20, ao profissional são as primeiras de muitas mudanças que o departamento, encabeçado pelo diretor exe

Crédito:Divulgação

Divulgação

Gerente de futebol do São Paulo, o ex-zagueiro Ricardo Rocha avisou que a chegada de Diego Aguirre e a promoção de André Jardine, técnico da equipe sub-20, ao profissional são as primeiras de muitas mudanças que o departamento, encabeçado pelo diretor executivo Raí, pretendem promover no clube em 2018.

Ele acredita que a torcida, mesmo pressionando os jogadores por resultados mais animadores nesta temporada, é consciente de que o trabalho de reestruturação está em andamento. Por isso, pediu paciência aos tricolores.

"Existe a pressão. A torcida, da última vez, fez enterros [simbólicos de dirigentes]. Eu parabenizei porque não houve problemas fora de campo, brigas. A torcida fez uma reclamação pacífica. A torcida do São Paulo tem acompanhado e bem no Campeonato Paulista, e não tem vaiado. Ela vaia quando acaba o jogo e vê que o time não jogou bem. É normal, e os jogadores sabem disso. O São Paulo não fez um grande Campeonato Paulista, não está fazendo uma grande Copa do Brasil, e precisa melhorar. A cobrança vem de nós, da diretoria, mas os jogadores sabem disso", analisou Rocha em entrevista ao SporTV, nesta quarta-feira (14).

"Só peço um pouco mais de paciência. A gente vai definir uma classificação [na Copa do Brasil], depois tem quartas de final [do Paulistão] para jogar. O que a gente pede mais uma vez é esse carinho do torcedor, é muito importante. O torcedor do São Paulo não está triste sem razão", completou o gerente de futebol, que está em Maceió acompanhando a delegação para a partida de volta contra o CRB, pela Copa do Brasil.

Segundo Ricardo Rocha, uma nova atitude dentro e fora de campo é assunto constante entre a diretoria de futebol e o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva.

"O São Paulo precisa mudar as suas atitudes, e muitas coisas vão mudar, a gente tem falado com o Leco que precisam ser mudadas, e espera que essa mudança venha também com o treinador", disse Rocha, citando Aguirre, apresentado na última segunda-feira (12) como substituto de Dorival Júnior. "Tem muitas mudanças que vão acontecer", reiterou na entrevista.

A partida de volta entre CRB e São Paulo, pela terceira fase da Copa do Brasil, será nesta quarta, às 19h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Na ida, o Tricolor bateu os alagoanos por 2 a 0.

Fonte: UOL

comentários

Estúdio Ao Vivo