30 de julho de 2020 às 14:56

#TBT: Veja trechos de shows das primeiras edições do Lollapalooza!

Antes de se espalhar pelo mundo, festival tinha proposta diferente. Red Hot Chili Peppers, Pearl Jam, Green Day e mais tocaram nos anos 90

Como o Lollapalooza de 2020 não poderá acontecer este ano nos EUA, o canal do festival irá transmitir a partir de hoje às 19 horas uma série de performances exclusivas e também reprisar alguns concertos que marcaram as últimas edições do festival.
Mas a história do Lolla é bem mais longa e remete ao início dos anos 90, quando Perry Farrell teve a ideia de criar um festival itinerante que teria a sua banda, o Jane's Addiction, como headliner e daria ao público um apanhado de nomes da cena alternativa, sem preocupação com gêneros.
Com maior ou menor sucesso, essa mentalidade acompanhou o evento até 1997, quando a fórmula já se mostrava cansada - além do fato do Lolla ter inspirado outros eventos semelhantes, e o momento de ouro do rock alternativo já ter começado a passar.
O festival retornaria em 2003, novamente com o Jane's Addiction, na época em uma turnê de retorno, de headliner. Em 2004, ele acabou cancelado e, no ano seguinte, foi reformulado dentro dos moldes vistos até hoje.
Ao invés de um evento itinerante que passava por diversas cidades, ele agora seria realizado durante um final de semana no Grand Park de Chicago. Em 2011 ele chegou ao Chile e, dois anos depois, também ao Brasil e à Argentina.
Os vídeos abaixo, todos com qualidade amadora, mostram um pouco dos primeiros anos do Lollapalooza. Uma época em que bandas como Green Day e Pearl Jam tocavam logo cedo, às vezes sequer no palco principal, ao mesmo tempo em que ajudou a celebrizar toda uma geração de artistas que estavam vivendo o auge de seu sucesso comercial e artístico.
Janes Addiction - 1991
É uma pena que a banda tenha acabado pouco depois desses concertos. O JA estava no auge da carreira naquele momento, e só podemos imaginar o que mais eles teriam feito antes deste fim abrupto. Eles voltaram a se reunir em diversas ocasiões, e seguem em atividade, mas nunca recuperaram os picos criativos registrados naqueles primeiros anos.
Nine Inch Nails - 1991
Os Nine Inch Nails ainda hoje se apresentam com sucesso em festivais ao redor do planeta - o projeto de Trent Reznor esteve no Lolla brasileiro de 2014. Nessa época, eles tinham apenas um disco lançado.
Red Hot Chili Peppers - 1992
O Lolla de 1992 talvez seja o mais célebre de todos, por ter simbolizado o momento em que o rock alternativo, de fato, chegou ao mainstream. Os RHCP, na época em seu momento de maior popularidade, divulgando o futuro clássico "Blood Sugar Sex Magik" foram os headliners daquela edição.

Pearl Jam - 1992
O PJ então era apenas uma banda promissora com um único disco lançado, o hoje também clássico "Ten". Eles tocavam sempre no começo do dia, mas isso logo iria mudar.
Alice In Chains - 1993
O grunge seguia forte em 1993 e, assim, o Alice In Chains foi escolhido para encerrar as noites daquele ano. Já na abertura, estava uma banda que, em breve, iria explodir mundialmente: o Rage Against The Machine (que não tem nenhuma performance feita no festival no YouTube).
Beastie Boys - 1994
O renascimento comercial do trio de hip hop ficou comprovado em 1994, quando eles tocaram no Lolla em um horário privilegiado, ainda que não como headliners.
Green Day - 1994
O trio punk começava a colher os frutos do álbum "Dookie", que meses depois de lançado chegaria ao segundo lugar da parada. Mas, na época do Lolla, eles ainda tocavam bem cedo, e, em algumas cidades, sequer no palco principal, como foi o caso do vídeo abaixo.
Smashing Pumpkins - 1994
Tudo estava pronto para o Nirvana, a banda símbolo da explosão do rock alternativo, encabeçar o Lolla de 1994. Em 4 de abril, foi oficialmente anunciado que eles estavam fora da tour. Um dia depois, Kurt Cobain foi encontrado morto. Coube então aos Smashing Pumpkins a tarefa de encerrar as noites do festival daquele ano.
Ramones - 1996
O Lolla, no geral, dava mais espaço para banda novas, ou clássicas dentro do rock independente. Mas em 1996 ele foi palco para alguns dos últimos shows dessa verdadeira instituição do rock americano (e mundial): Os Ramones. O quarteto encerrou as suas atividades em agosto daquele ano.
Metallica - 1996
Hoje, é até engraçado, mas quando o Metallica foi anunciado como headliner do Lolla de 1996, houve muita reclamação de que o festival estava se rendendo ao mainstream e deixando suas raízes alternativas para trás. A banda que, verdade seja dita, nunca fugiu de desafios em sua carreira, encarou a missão e foi bem sucedida, como podemos ver no vídeo abaixo.

Nessa fase, o Lolla teve uma derradeira edição em 1996, com uma escalação bastante diferente. A música eletrônica ganhou força com as presenças Orbital (os headliners), Prodigy, The Orb e Tricky na escalação, ao lado dos veteranos do Devo, e do Tool e do Korn entre os artistas que defenderam o rock da época. A baixa venda de ingressos fez com que o festival fosse cancelado e ele só retornaria, como já dissemos, no século 21.

Fonte: Vagalume

comentários

| Praia FM 106,1 - Bertioga - SP'); }
Estúdio Ao Vivo